Browsing Tag

Boston

Roteiros, Viagens, Viajando sozinha

Boston: um roteiro para dois dias

Eu costumo dizer que já conhecia Boston há muito tempo por meio das fotografias de amigas que haviam morado lá. Então, o meu par de dias pela cidade me pareceu um reconhecimento de lugares que já eram de alguma forma “velhos conhecidos”.

Cheguei na cidade voltando de Montreal para passar um final de semana e encontrar outra amiga que está morando lá. Posso dizer que o meu roteiro por Boston não foi nada turístico, nem tampouco foi completo, mas adorei os passeios que fiz por lá.

Fiquei hospedada próxima ao Old City Hall, bem no centro da cidade, próximo a várias estações de metrô, então foi bem fácil me locomover pela cidade.

Comecei o meu primeiro dia dando uma volta pelas imediações do hotel, pelas ruas próximas a estação do metrô Downtown Crossing, a área é bem movimentada e concentra várias lojas de departamento gigaantes, então é uma boa pedida para quem quer fazer compras.  Segui até as ruas de Chinatown até chegar à Bolyston Street, uma das avenidas que contorna o Boston Common, o parque mais famoso da cidade. Quem leu o post anterior, sabe que eu tive uma overdose de parques em Montreal e, por isso, decidi apenas dar uma olhada panorâmica no Boston Common. Segui na Bolyston Street até chegar na Copley Square, onde estava tendo uma feirinha orgânica, passei um tempo por lá e fui conhecer a Trinity Church.

Do outro lado da Copley Square, fica a Biblioteca de Boston, que é aberta para visitação e vale muito a pena. As salas de leitura são muito bonitas, me senti em Hogwarts de alguma forma.

7C2728E7-7F3E-4CD1-9181-06017A941457

IMG_2140

De lá, fui para uma rua paralela à Bolyston Street, a Newbury Street, que é uma rua com as casinhas típicas de Boston, com vários bares e restaurantes. Destaque para a sorveteria italiana Amorino que eu achei por acaso na rua, afinal, sorvete bom nunca é demais. A rua também é cheia de lojas, o que é meio estranho, já que todas aquelas casinhas fofas são, na verdade, lojas de grandes marcas. Como era uma sexta-feira a tarde, estava super movimentada de gente aproveitando o verão. Sério, é muita riqueza num lugar só, chega a bater uma leve depressão.

IMG_2135

Agora depressão no nível hard é andar pela Common Wealth Avenue, que é literalmente a cara da riqueza. É o paraíso das casinhas lindas que você nunca vai morar e, ainda tem um boulevard arborizado cheio de pessoas levando os seus cachorros de filme pra passear.

No sábado pela manhã, peguei o metrô para ir a Cambridge, cidade que fica do outro lado do Charles River, para conhecer o Massachusetts Institute of Technology, o MIT. Tive o privilégio de fazer uma visita guiada pela minha própria amiga no campus. Além de conhecer o prédio mais icônico do MIT, pudemos entrar em alguns dos departamentos e ver como o instituto funciona por dentro, foi muito legal.

IMG_2154

IMG_5761

IMG_5762

Estando em Cambridge, aproveitamos para conhecer o badalado campus de Harvard (Legalmente Loira feelings hehe). Foi bem interessante poder comparar a arquitetura das duas universidades.

IMG_5766

Almoçamos em um food truck próximo à praça de Harvard e seguimos para a casa da minha amiga em Sommerville, cidade próxima à Cambridge. Eu, que sou a louca das casas fofinhas, me esbaldei nas ruas da cidade, que tem um ar residencial bem agradável e uma casa mais linda que a outra.

IMG_5771

Para finalizar esses breves dias em Boston, eu fui fazer aquilo que eu mais gosto de fazer em uma cidade que estou conhecendo: achar o melhor lugar pra ver o pôr do sol. E, em Boston, um desses lugares é o The Esplanade, um parque que beira o Rio Charles. O parque estava movimentado de pessoas se exercitando, levando os cachorros de filme pra passear e contemplando o entardecer no rio.

IMG_5799

Para a minha surpresa, olha só o que eu achei.

IMG_5812

Sim, é possível andar de gôndola em Boston, nesse mini canal paralelo ao rio.

Para finalizar, fizemos um jantar doce em uma confeitaria maravilhosa chamada Finale em Boston.

Acho que para dois dias rendeu bastante e ainda sobraram várias atrações para servir como desculpa para voltar à cidade, como o Museu Isabella Gardner e o centro cívico.

De Boston, segui para Nova York, que será o assunto dos próximos posts.. aguardem 🙂