Browsing Tag

Assis

Roteiros

24 horas em Assis: o que fazer na cidade de São Francisco

Se eu pudesse pedir algo à minha memória – que a burocracia insiste em cotidianamente desgastar – eu pediria para não esquecer tudo que vivemos em Assis.

Assis é um daqueles pedacinhos do mundo que te dá vontade de largar toda a pretensão de conhecer    157 países e viver por lá.

A maioria dos visitantes opta por fazer um bate-volta desde Roma ou Florença e passar o dia por lá. De fato, a cidade é bem pequenininha, mas eu duvido que uns dias a mais na cidade deixariam alguém entediado.

Nós, para fugir do calor abrasivo de agosto por aquelas bandas, decidimos partir de Roma no meio da tarde, pernoitar e curtir as horas mais frescas do dia seguinte em Assis.

Andar de trem na Itália deveria ser considerado uma atração por si só: à medida que nos distanciávamos do subúrbios de Roma, fabricas e viadutos davam lugar à Itália rural. Ao se aproximar das primeiras cidades da Úmbria, a paisagem que parecia uma planície sem fim, passou a incorporar pequenos morros, alguns deles cobertos por pequenas cidades fortificadas, dignas de ilustrarem livros de historia medieval.

Chegamos em Foligno e, lá, pegamos outro trem para Assis. Em 15 minutos já podíamos avistar a cidade sobre uma colina.

Processed with VSCO with c1 preset

Chegamos lá encima a tempo de apreciar a paisagem mudar de cor à medida que o sol ia se pondo.

IMG_4006

Ficamos num pequeno hotel próximo à Basílica de São Francisco e lá já pudemos testemunhar algo que iria marcar todas essas 24 horas de viagem: a simpatia e a hospitalidade das pessoas que nos atenderam nessa pequenina cidade.

Processed with VSCO with c3 preset

Uma das coisas mais gostosas da Itália é aproveitar as variações gastronômicas das diferentes regiões do país e eu estava doida para descobrir o que a Úmbria tinha de melhor em termos de comida. Pedi uma indicação ao recepcionista do hotel e ele nos sugeriu o Ristorante Da Cecco, um pequeno estabelecimento familiar, localizado a poucos metros do hotel.

Processed with VSCO with c2 preset

Provamos as trufas negras, uma especialidade da região,  de sabor bem forte e único. Sabe aquela sensação de estar provando algo absolutamente trivial na região, mas que em qualquer outro lugar do mundo seria uma iguaria rara e caríssima?

Foi no Da Cecco que provamos a melhor sobremesa na Itália, de acordo com o juri mais qualificado de sobremesas: a minha mãe. Um Semifredo de Pistache incrível, que o calor absurdo de agosto tornou ainda mais incrível. Saímos de lá com a convicção de que teríamos poucas refeições em Assis, mas todas elas haveriam de ser no Da Cecco.

Processed with VSCO with c2 preset

No dia seguinte, saímos para passear antes mesmo de tomar café porque queríamos aproveitar ao máximo a cidade antes do calor se instalar.

Processed with VSCO with c1 preset

E nesse ponto, eu tenho que agradecer ao calor pela experiência fantástica que a nossa fuga nos proporcionou. Andar cedinho por Assis nos permitiu explorar a Assis pacata, de poucos moradores,  ruas vazias habitadas naquele momento apenas pelos gatos. Que presente encontrar tantos gatos na cidade de São Francisco!

Processed with VSCO with a1 preset

 

Começamos o dia por aquela que é considerada a principal atração de Assis: a Basílica de São Francisco.

Processed with VSCO with c2 preset

A Basílica de São Francisco começou a ser construída logo após a canonização de Francisco em 1228. Naquela época, a colina a oeste da cidade de Assis em que a igreja foi construída era conhecida como Colina do Inferno. Hoje, esse local é apelidado Colina do Paraíso.

A Basílica, na verdade, é composta por duas igrejas: a Basílica inferior foi terminada em 1230 e a igreja Basílica superior, de estilo Românico e Gótico italiano, finalizada em 1253. Ambas igrejas são decoradas com afrescos dos maiores artistas da época, como Giotto. Em 1997, Assis foi atingida por dois terremotos que danificaram fortemente a Basílica, que ficou fechada por anos para restauração. Em 2000, a Basílica foi considerada Patrimônio da Humanidade.

Processed with VSCO with c3 preset

A Basílica é enorme, mas de estilo simples e austero. O que eu vimos lá dentro nunca vou conseguir compartilhar com a precisão dos detalhes que a cena merece. Freis e freiras franciscanas faziam as suas primeiras preces do dia, aproveitando a tranquilidade das primeiras horas da manha quando as excursões e os fieis ainda não chegaram.

Após visitar a Basílica, fomos ziguezagueando pelas ruelas da cidade e conhecendo os seus principais atrativos.

Processed with VSCO with c1 preset

Outra Basílica que decidimos visitar foi a de Santa Clara, de estilo gótico italiano, também de formas simples e austeras.

Processed with VSCO with c3 preset

Mas nem só de turismo religioso vive a cidade. Para os amantes de história, a cidade abriga atrações do Império Romano, como o Templo de Minerva, e o Fórum Romano, acessível pelo Museu Arqueológico da Cidade.

Processed with VSCO with c2 preset

Próximo ao Templo, vale visitar a Piazza Del Comune, considerada uma das praças mais bonitas da Itália, cheia de lojinhas e restaurantes.

Processed with VSCO with c2 preset

Para quem curte fazer um esforço físico extra, vale visitar a Rocca Maggiore, uma fortificação do século XIII, construída para proteger Assis das guerras contra Perúgia. Não fomos até lá porque ficamos com preguiça de subir o morro estava quente demais, mas quem já foi diz que a vista é estonteante.

Espero voltar um dia. Afinal, ainda tenho muitos pratos do Da Cecco para provar.