Cover Mission
Roteiros, Viagens, Viajando sozinha

São Francisco caminhando: um tour pelo Mission

Uma das minhas prioridades em São Francisco era ir ao Mission District para ver os famosos murais desse bairro latino.

Peguei um taxi na Union Square para o Roxie Theater (3117 16th Street). A taxista me perguntou se eu ia ver um filme e eu disse que não, apenas iria dar uma volta no Mission. E ela fez um “hum”. E eu fiquei me perguntando se isso significava “não tem nada de demais pra ver lá”, “não vá lá porque é perigoso” ou “você é estranha porque ninguém vai andar no Mission sozinha domingo à tarde na chuva”. Cogitei ficar preocupada, mas quando vi, já estava na porta do Roxy Theater.

Ou as minhas hipóteses sobre o “hum” estavam erradas ou a taxista estava errada, pois o Mission é definitivamente um lugar a ser visto e experimentado, inclusive domingo e debaixo de chuva.

Processed with VSCOcam with c1 preset

Caminhar pela Mission Street não te deixa dúvidas sobre a identidade latina do bairro: taquerías, mercadinhos de frutas, lojas de 99 cents com piñatas na vitrine, panaderías mexicanas e oficinas mecânicas dividem o espaço em uma das avenidas mais movimentadas do bairro.

Processed with VSCOcam with c1 preset

Escolhi a Taquería Cancún (2288, Mission Street) para almoçar. Definitivamente não é só um restaurante de comida mexicana, é um restaurante mexicano. Pedi um burrito que valeu por um prato feito, inclusive era isso mesmo que ele parecia, um prato feito enrolado na massa de burrito. Estava tão bom que nem tirei foto.

Em seguida, comecei a caminhar pelas ruas perpendiculares à Mission Street, que são mais residenciais (alerta de casinhas bonitas) e um pouco menos movimentadas.

Processed with VSCOcam with c1 preset

Os murais do Mission são inspirados no movimento muralista mexicano, que tem como um dos seus expoentes o pintor Diego Rivera (popularmente conhecido como o marido da Frida Kahlo rsrs).

image

O muralismo mexicano é caracterizado pela sua monumentalidade – As pinturas são enormes, e pelo papel de intervenção social e política por meio da arte. A sua temática principal era o próprio povo mexicano, sua história e seus valores. Era uma forma de tornar a arte acessível às massas em uma linguagem simples.

Processed with VSCOcam with c1 preset

Essas influências me pareceram bastante evidentes nos murais do Mission, muitos deles representam momentos históricos de países latino-americanos ou carregam mensagens de cunho político de uma forma geral.

Processed with VSCOcam with c1 preset

São mais de 80 murais espalhados pelo bairro, sendo que duas ruas são famosas por concentrar muitos deles. Uma delas é o Balmy Alley, que abriga murais que vem sendo feitos há mais de quatro décadas.

balmy alley

A outra é a Clarion Alley, outro verdadeiro museu a céu aberto.

clarion alley

IMG_2715

A Precita Eyes Muralists (2981, 24th street) oferece passeios guiados para conhecer os murais e ainda conta com uma lojinha de arte.

Mas o Mission District não é famoso apenas por seus murais. Afetado pela gentrificação, ele vem sendo notícia em razão das tensões entre os seus velhos moradores – famílias de classe trabalhadora de origem latina – e seus novos residentes, em sua maioria jovens que trabalharam para as empresas do Vale do Silício e afins.

Processed with VSCOcam with c1 preset

Mesmo sem saber de praticamente nada sobre isso quando caminhei por lá, consegui perceber que o bairro é permeado por contrastes.

Processed with VSCOcam with c1 preset

É uma mistura entre pequenos comércios e restaurantes latinos, muitas vezes geridos por gerações de uma mesma família, por um lado e, por outro, bares, cafés e restaurantes descolados, lojas de produtos orgânicos e novos prédios residenciais luxuosos. Um dos lugares que concentra essa face mais descolada (hipster, yuppie e afins) é a Valencia Street, uma rua paralela à Mission Street, mas que pouco tem a ver com ela.

Processed with VSCOcam with c1 preset

Outro problema que o Mission tem enfrentado é a proliferação de apartamentos e quartos para alugar no Airbnb. O que a primeira vista não parece ser um problema (para nós, viajantes), tem sido, na verdade, um grande transtorno para os moradores do bairro. O SF Cronicle estimou que o Mission é o bairro com o maior número de anúncios no Airbnb em São Francisco.

Processed with VSCOcam with c2 preset

Todos esses fatores tem levado à especulação imobiliária e consequente aumento dos preços dos imóveis e dos aluguéis, que tem forçado muitos habitantes de longa data a se mudar para áreas mais baratas (e distantes) da cidade. E os negócios locais acabam sendo prejudicados não só pelo aumentos dos aluguéis, mas também com a mudança das famílias de origem latina, suas tradicionais consumidoras.

Processed with VSCOcam with c1 preset

Um caso bem interessante dos impactos desse processo de valorização imobiliária no bairro é o que aconteceu com a Adobe Books & Arts Coperative (3130, 24th street). Essa livraria era localizada originalmente na 16th street com a Valencia Street até que diante da ameaça de dobrar o aluguel, o estabelecimento quase fechou e só sobreviveu por conta de uma “vaquinha” online. Depois disso se tornou uma livraria cooperativa na 24th Street.

Aí, você se pergunta se eu sabia de tudo isso quando fui visitá-la? É claro que eu não, achei a fachada interessante e resolvi espiar. A Adobe tem um acervo bastante variado e um ambiente muito aconchegante – um desorganizado charmoso –  é como se você estivesse fuçando a estante de livros de um amigo.

Processed with VSCOcam with c3 preset

O caso da Adobe Books é bastante emblemático. O próprio “dono” da livraria conta que ela fez parte da primeira onda recente de gentrificação do bairro e, ironicamente, quase foi expulso pelo agravamento desse processo nos anos seguintes. O SF Chronicle fez uma série de reportagens sobre os moradores do bairro e conta com mais detalhes a história da livraria, para ler é só clicar aqui.

Para a visita ficar completa, não deixe de tomar um sorvete na Humphrey Slocombe (2790A, Harrison Street), uma sorveteria com vários sabores excêntricos, que você pode ir provando até escolhar qual comprar.

Processed with VSCOcam with c1 preset

O Mission fica relativamente próximo ao centro de São Francisco e é possível chegar lá usando transporte público e a corrida de taxi saindo da Union Square custou cerca de 7 dólares. Espero que tenha batido uma vontade de conhecer (ou revistar) esse bairo tão interessante e cheio de contrastes!

Previous Post Next Post

You Might Also Like

2 Comments

  • Reply Nathália January 6, 2017 at 1:14 pm

    Quantos grafites maravilhosos !!!

    • Reply Carla January 23, 2017 at 12:24 am

      Foi difícil selecionar os mais legais, é praticamente um museu ao ar livre!

    Leave a Reply